Diego Borges, atou em seu primeiro espetáculo teatral profissional aos 12 anos de idade. Desde então, viajou o Brasil e o mundo pesquisando e trabalhando com teatro. Destaca-se aqui algumas recentes obras.

TEATRO

Malva-Rosa

Texto premiado de Newton Moreno, Malva-Rosa, digirido por Alice Stefânia, foi apresentado em Brasília, Goiânia, São Paulo e Argentina. Participou de festivais de teatro pelo Brasil e foi um sucesso por onde passou (2011 - 2013).

Rei David

Espetáculo Musical de Marcus Motta dirigido por Hugos Rodas. Este Espetáculo contava com mais de 30 atores e uma orquestra ao vivo (2012).

Io, Quem?

Espetáculo performativo itinerante realizado pelo Teatro do Instante em uma fazenda à 30 km de Brasilia-DF (2011).

Stand up Comedy

Diego Borges apresentou solos de comédia stand up semanalmente durante um ano e meio na cidade de Brasilia (2010 - 2011).

À Deriva

Espetáculo escrito por Diego Borges e seu grupo, estreou no Festival Cena Contemporânea e no ano seguinte entrou em cartaz no teatro Sesc Garagem em Brasilia, fazendo apresentações também em Portugal (2012 - 2015).

O Homem Cadente

Espetáculo escrito, dirigido e concebido por Diego Borges. Baseado na obra do escritor Mia Couto (2010 - 2012).

O Pino do Verão

Ópera do grupo português Teatro O Bando, dirigido por João Brites e apresentado anualmente na cidade de Palmela -PT. Mais de 300 atores, músicos e figurantes. O maior espetáculo a céu aberto de Portugal (2009).

Viver e Raso

Espetáculo do grupo português Cia de Actores de Portugal. Apresentado no festival MITO (festival Internacional de Lisboa - PT) em 2009.

O Salário dos poetas

Espetáculo de Amauri Tangará em parceria como Teatro O Bando de Portugal. O Espetáculo viajou mais de seis estados Brasileiros pelo prêmio Caravana Funarte (2008 -2009).

Eu nao conseguia te ver

Espetáculo dirigido por Edson Duavi. Em cartaz na cidade de Brasilia. Foi o primeiro espetáculo do ator Diego Borges em solo Brasiliense (2007).

Perfomance

Performance fotográfica realizada pelo grupo Teatro do Instante (2010).

© 2023 by MATT WHITBY. Proudly created with Wix.com